Mostrando produtos por etiqueta: entrevista a Valentim Rodrigues Fagim

sexta-feira, 10 junho 2011 18:56

"aPorto", cursos de português no Porto


O programa Galicia por Diante, da Rádio Galega, realizou a 9 de junho uma alargada reportagem sobre o aPorto, cursos de português na cidade do Porto, organizados em parceria pola AGAL e Andaime. Durante perto de 20 minutos passaram polo programa o presidente da AGAL e académico da AGLP, Valentim Rodrigues Fagim, e Paula Lubián, aluna na passada edição dos cursos, que explicaram todos os detalhes de uma atividade cuja segunda edição arranca em agosto.

Publicado em Info Atualidade
quinta-feira, 02 junho 2011 22:42

Rodrigues Fagim, Valentim (1971)

 Valentim Rodrigues Fagim

Valentim Rodrigues Fagim

 Nasceu em Vigo. É licenciado em Filologia Galego-portuguesa pela Universidade de Santiago de Compostela e diplomado em História. Fundador da Livraria «A Palavra Perduda» em 1996. Desde 2001 leciona português na Escola Oficial de Idiomas de Ourense.

Tem trabalhado e trabalha em diversos âmbitos para a divulgação do ideário reintegracionista, nomeadamente através de artigos no âmbito da sócio-linguística (a maioria podem-se descarregar no Portal Galego da Língua (www.pglingua.org): «A soberania Linguística da Língua Galega»; «Construir da Periferia, construir da Galiza»; «Diz-me como falas e dir-te-ei quem és»; «Galiza, entre a Lusofonia e a Hispanofonia»; «Qual é o conflito linguístico galego?».

Tem editado os livros O Galego (im)possível (2001), Santiago de Compostela, Laiovento; e Do Ñ para o NH.  Manual de língua para transitar do galego-castelhano para o galego-português (2009), Santiago de Compostela, Através Editora. Desenvolveu ainda diversas ferramentas na Internet: o Dicionário /Isso não é galego, é português, a base da dados / textual Statuo Quo, Possibilismo e Regeneracionismo; o Dicionário de Fraseologia; o site Planeta NH (http://planeta.agal-gz.org/). Participou também da equipa de Galabra, no e-learning Português para nós (http://www.portuguesparanos.com).

Tem realizado trabalho associativo através da AR Bonaval, da Assembleia da Língua de Compostela, do local social A Esmorga e da AGAL, entidade que promove a estratégia luso-brasileira para a nossa língua, de que é presidente desde 2009.

Publicado em Membros Numerários