segunda-feira, 10 junho 2013 11:18

Pró-AGLP divulga Memória de Atividades realizadas em 2012-13

Em passado 25 de maio teve lugar a Assembleia Geral Ordinária da Associação Pró-Academia Galega da Língua Portuguesa (Pró-AGLP). A entidade fez balanço do seu trabalho no último ano e editou um vídeo com a Memória de Atividades realizadas em 2012/13, entre as quais destaca o impulsionamento e trabalho da ILP Valentim Paz-Andrade.

Em passado 25 de maio teve lugar a Assembleia Geral Ordinária da Associação Pró-Academia Galega da Língua Portuguesa (Pró-AGLP). A entidade fez balanço do seu trabalho no último ano e editou um vídeo com a Memória de Atividades realizadas em 2012/13, entre as quais destaca o impulsionamento e trabalho da ILP Valentim Paz-Andrade.

Entre outras atividades, também salientam  a sua colaboração nos XVIII Colóquios da Lusofonia, com o Festival Estou Lá, bem como a participação no I Congresso da Cidadania Lusófona, a organização do Festival Cultural Universitário "Português Perto, Aquelas Nossas Músicas" e a participação em parceria com a AGAL na manifestação de passado 17 de maio sob a legenda "Multiplica X100 a tua língua".

A seguir, vai o relatório pormenorizado de todos os eventos e iniciativas realizadas pela Associação Pró-AGLP no ano 2012-13:

MEMÓRIA DE ATIVIDADES DA PRÓ-AGLP 2012-2013

  1. ENTREGA NO REGISTO DO PARLAMENTO DA GALIZA DA ILP PAZ-ANDRADE (16 de maio de 2012)

      • Foi apresentada a ILP Paz-Andrade no registo do Parlamento da Galiza por parte da Comissão promotora da que fazem parte vários membros da Pró.

  2. DIA DAS LETRAS 2012

      • No 17 de maio de 2012 a Pró homenageou Valentim Paz-Andrade e Celso Emílio Ferreiro no local do C.S. “A Revolta”, de Vigo. Teve lugar a apresentação pública da ILP Paz-Andrade. Intervieram Isaac Alonso Estraviz e Alexandre Banhos. Concha Rousia, Iolanda Aldrei, Belém de Andrade, Nolim Gonçalves e representantes do coletivo literário “A Porta Aberta do Sétimo Andar” recitaram poemas dos dous autores homenageados. O ato foi encerrado com a interpretação musical do cantor português Rui David.

  3. XVIII COLÓQUIOS DA LUSOFONIA (5 a 7 de outubro de 2012)

      • Do 5 ao 7 de outubro de 2012 tiveram lugar em Ourense os XVIII Colóquios da Lusofonia, com a participação de vários oradores/as galegos/as, brasileiros/as e portugueses. O evento incluiu atividades culturais complementares: apresentações de livros, música e teatro (FITO), bem como roteiros culturais pola cidade.

  4. FESTIVAL DA LUSOFONIA “ESTOU LÁ” (06 de outubro de 2012)

      • Dentro do programa geral de atividades dos Colóquios, incluiu-se o Festival “Estou Lá. Músicas da Lusofonia”, com a participação dos/as artistas Eneida Marta (Guiné Bissau), Najla Shami (Galiza-Palestina), Jõao Afonso (Portugal), Couple Coffee (Brasil), Xoán Curiel (Galiza) e a banda formada polos músicos brasileiros Serginho Sales e Paulo Silva e polo galego Pablo Vidal.

  5. APRESENTAÇÃO PÚBLICA DA ILP PAZ-ANDRADE NA CRUNHA (22 de novembro de 2012)

      • A apresentação contou com o apoio e organização de Vizinhos da Casa da Atochas - Torre de Hércules, da Crunha e realizou-se na Biblioteca Pública do Campo de Marte. No ato interviram Adrião Morão, Maria Castelo e José Tubio. Contando também com a atuação de Sapoconcho e Tonhito de Poi em apoio público da Iniciativa.

  6. APRESENTAÇÃO PÚBLICA DA ILP PAZ-ANDRADE EM COMPOSTELA (13 de dezembro de 2012)

      • A Biblioteca do Conservatório Profissional de Compostela acolheu a assinatura pública de Teresa Moure em apoio da Iniciativa Legislativa Popular Valentim Paz-Andrade, bem como a apresentação do seu último livro Queer-emos um mundo novo, que interpreta em chave galega o tema do queer e das falsas classificações de género.

  7. PARTICIPAÇÃO NO I CONGRESSO DA CIDADANIA LUSÓFONA (2 e 3 de abril de 2013)

      • Nos dias 2 e 3 de abril teve lugar na Sociedade de Geografia de Lisboa o I Congresso da Cidadania Lusófona sob o mote "A Afirmação da Sociedade Civil", promovido pela PASC- Plataforma Activa da Sociedade Civil e coordenado pelo MIL-Movimento Internacional Lusófono. A este apelo concorremos pessoas dos oito países da CPLP e de comunidades de língua portuguesa espalhadas por todo o mundo. A nossa correspondente em Portugal, Maria Dovigo participou em representação da Pró-AGLP.

  8. FESTIVAL CULTURAL UNIVERSITÁRIO “PORTUGUÊS PERTO, AQUELAS NOSSAS MÚSICAS” (7 a 10 de maio de 2013)

      • Pessoas e realidades que falam a nossa língua com diferentes musicalidades, cores, sabores e formas formam parte do prato multicultural que é o “III Português Perto. Aquelas nossas músicas», uma viagem pela língua portuguesa e a sua música, uma nova maneira para descobrir a Galiza através do Brasil, Angola, Portugal...O evento foi organizado pela Vicerreitoria do Campus de Ourense (Universidade de Vigo) com a colaboração da Pró-Academia Galega da Língua Portuguesa (Pró-AGLP) e Associaçom Galega da Língua (AGAL). Nele participaram Quico Cadaval (Galiza), o grupo EN CLAVE DE FADO (Galiza), e os cantores Rui David (Portugal) e Roberto Sobrado (Galiza). Projetou-se o filme "Tabu" de Miguel Gomes (Portugal) com a colaboração do Cineclube Padre Feijoo no Cinebox de Ourense. O evento foi encerrado com um recital poético-musical galego-português no Café Cultural Auriense.

  9. ENTREGA DAS 17000 ASSINATURAS RECOLHIDAS PARA A ILP PAZ-ANDRADE NO REGISTO DO PARLAMENTO DA GALIZA (8 de maio de 2013)

      • Nesta data, seis meses depois de ser apresentada ante o Parlamento da Galiza, a Comissão Promotora da Proposta de Lei por Iniciativa Legislativa Popular que leva o sobrenome do homenageado do Dia das Letras Galegas do passado ano, Valentim Paz-Andrade, formalizou a entrega das 17.000 assinaturas que asseguram a continuação da sua tramitação parlamentar.

  10. PARLAMENTO DA GALIZA TOMA EM CONSIDERAÇÃO POR UNANIMIDADE A ILP "VALENTIM PAZ ANDRADE" (12 de Maio de 2013)

      • O Parlamento de Galiza tomou em consideração o trámite da ILP 'Valentim Paz Andrade' avalizada por mais de 17.000 assinaturas, recolhidas no seio da cidadania galega, com o apoio unánime dos quatro grupos parlamentares atuais. Este sucesso histórico abrange todos os partidos e organizações que trabalharam arreu na recolha das assinaturas, nomeadamente todo o movimento reintegracionista, que desde já longa data, fez possível este clima recetivo, começando polo professor Lapa (que muito insistiu sempre no ensino do português nos nossos liceus), e continuando por Guerra da Cal, Carvalho Calero, a Associação de Amizade Galiza-Portugal, a AGAL, as Irmandades da Fala, a Associação Sócio-Pedagógica Galega, as Jornadas do Ensino Galego-Portuguesas, o MDL, a AGLP, a Pró-AGLP e, em geral, todo o associacionismo de base cívica e todas as pessoas a nível individual que trabalharam na campanha e mantiveram durante todos estes anos a chama acessa.

  1. «MULTIPLICA X100 A TUA LÍNGUA» (17 de maio de 2013)

      • A Associaçom Galega da Língua (AGAL ) e a Associação pró-AGLP participaram o passado 17 de Maio na manifestação em defesa da nossa língua. Fizeram-no sob o lema «Multiplica X100 a tua língua», a mesma palavra de ordem que levavam dias a difundir pola Internet mediante uma sucedida campanha. No blogue X100 recolheram durante quase duas semanas testemunhos e reflexões de pessoas defendendo a necessidade de multiplicar a nossa língua X100, de 2,5 milhões de galegos e galegas para os mais de 250 milhões do universo lusófono. Na mesma plataforma carregaram palavras de ordem e cânticos para «fazer a festa» o 17 de Maio.

  1. ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DA ASSOCIAÇÃO CULTURAL PRÓ-ACADEMIA GALEGA DA LÍNGUA PORTUGUESA (25 de maio de 2013).

      • Nesta data foi celebrada a Assembleia Geral Ordinária da nossa associação.

Ler 2388 vezes