terça-feira, 06 agosto 2013 11:35

Vocabulário galego também no FLiP 9

Já está disponível o FLiP 9, o pacote de correctores e dicionários da Priberam. Inclui, como a versão anterior, vocabulário complementar da Galiza bem como do resto dos países lusófonos (além dos básicos do Brasil e Portugal).

Inclui léxicos do português de Angola, Cabo Verde, Galiza, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Macau e Timor-Leste, além do Brasil e Portugal

Já está disponível o FLiP 9, o pacote de correctores e dicionários da Priberam. Inclui, como a versão anterior, vocabulário complementar da Galiza bem como do resto dos países lusófonos (além dos básicos do Brasil e Portugal).

Da Priberam já têm explicado que a incorporação dos léxicos complementares obedece a que «não fazia sentido que uma língua, com tantas variedades como o português, contasse apenas com duas [portuguesa e brasileira] contempladas nos corretores ortográficos».

No caso da Galiza diversos conteúdos diferenciais do português galego estão a ser acrescentados à língua comum através dos produtos desta empresa. A inclusão de Léxico da Galiza responde ao trabalho da Comissão de Lexicologia e Lexicografia da Academia Galega da Língua Portuguesa, formalizado através do protocolo de cooperação assinado com a Priberam em 26 de abril de 2010.

De resto, relativamente ao FLiP 8, entre as melhorias que foram introduzidas nesta versão, destacam-se:

  • compatibilidade com o Microsoft Office 2013 / 365;
  • compatibilidade com o Windows 8 (o Windows RT – processadores ARM – não é suportado);
  • corrector ortográfico de sistema para o Windows 8 (permite usar o FLiP com qualquer aplicação para Windows 8 que use o corrector ortográfico do sistema);
  • nova versão da aplicação do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa;
  • compatibilidade com as versões mais recentes de programas como o Adobe InCopy e InDesign (CS6), o LibreOffice (4) e o OpenOffice;
  • milhares de novas palavras;
  • melhorias na hifenização;
  • correcção ortográfica e sintáctica melhorada
Ler 3365 vezes