×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 62

Info Atualidade (348)

sexta-feira, 24 julho 2009 11:53

Pró-AGLP no Festigal

FestigalA Associação Cultural Pró AGLP terá uma bancada, sob o nome Bancada Bibliocafé, no Festigal deste ano, desenvolvendo uma série de atividades que tentarão dar a conhecer a Academia bem como os trabalhos realizados e publicações editadas até o momento.

O lugar de apresentações do Festigal acolherá no próprio dia 24, sexta-feira, a apresentação do livro Galiza: Língua e Sociedade. A seguir informamos do programa de atividades preparado pela Associação Cultural Pró AGLP.

Dia 24, sexta-feira

12h00 Abertura da bancada com presente de borla. Exposição para consulta pública do DVD da Academia e resto de publicações realizadas até o momento: Boletim n.º 1,  Anexo I: Galiza: Língua e Sociedade, Léxico da Galiza.

16h30 (no lugar de apresentações) Apresentação do livro Galiza: Língua e Sociedade, editado pela Academia Galega da Língua Portuguesa e promovido pela Ass. de Amizade Galiza-Portugal.

Dia 25, sábado

15h00 Abertura. Exposição para consulta e biblioteca para crianças. Também haverá um suculento presente para os visitantes.

O livro Galiza: Língua e Sociedade poder-se-á adquirir em qualquer momento ao preço de 15 euros (12 euros para os sócios da Pró). Também estará a disposição dos visitantes toda a informação sobre a Academia Galega da Língua Portuguesa.

22h00 Encerramento.

Léxico da GalizaA Associação Pró Academia realizará neste mês de junho de 2009 algumas visitas a centros sociais na Galiza para apresentar o Projeto de Léxico que a Comissão de Lexicologia e Lexicografia da AGLP está a elaborar.

O Léxico da Galiza foi realizado para, à partida, ser integrado no Vocabulário Ortográfico Comum. Contudo, no processo de elaboração surgiu a possibilidade de anotar palavras que poderiam fazer parte do Dicionário da Língua Comum. Ambos, Vocabulário e Dicionário estão projetados para se realizar entre vários países lusófonos, nomeadamente Portugal e Brasil, na sequência da implementação, nestes países e no resto de países lusófonos, das normas ortográficas do Acordo de 90, tal como vem de ser aprovado pelos seus governos.

As apresentações começam pelos centros sociais da Gentalha do Pichel (Compostela), A Esmorga (Ourense) e F. Artábria (Ferrol) e realizar-se-ão nos dias:

Centro Social Gentalha do Pichel (Compostela)
  • Quinta-feira, 4 de junho às 20h30
 
Centro Social A Esmorga (Ourense)
  • Sexta-feira, 12 de junho às 20h30
 
Fundaçom Artábria (Ferrol)
  • Sexta-feira, 19 de junho às 20h30

Estas constituem as primeiras visitas da Associação Pró Academia aos centros sociais galegos, visitas que esperamos tenham continuidade nos próximos meses.

Mais info:

GALIZA: Língua e SociedadeLéxico da GalizaNo mesmo ato também se dará conta do projeto para a integração de léxico da Galiza no Vocabulário Comum

Na quinta-feira, dia 14 de maio, na Livraria Couceiro de Santiago de Compostela (Praça Cervantes ou Praça do Pão), às 20h00, terá lugar o lançamento do livro Galiza: Língua e Sociedade (XIV ensaios), Anexo 1 do Boletim da AGLP, editado pela Academia Galega da Língua Portuguesa.

Intervêm Ângelo Cristóvão, Luís Gonçales Blasco "Foz" e António Gil Hernández (editor), sob a moderação da escritora e poeta Concha Rousia.

O volume, de 344 páginas, inclui textos inéditos e algumas reedições de artigos pertinentes no contexto galego, de: Lluís V. Aracil, Josep J. Conill, António Gil, Ângelo Cristóvão, Mário Herrero, Miroslav Hroch, Ernesto Vázquez, Miguel Cupeiro e Carlos Durão.

No mesmo ato também se dará conta do projeto Léxico da Galiza para ser integrado no Vocabulário Ortográfico Comum da Língua Portuguesa, apresentado em Lisboa, na sessão solene em que, em 14 de abril deste ano, participaram as três Academias da língua, Academia das Ciências de Lisboa, Academia Brasileira de Letras e Academia Galega da Língua Portuguesa.

Mais info:

segunda-feira, 20 abril 2009 03:19

Estreias do académico Rudesindo Soutelo

Rudesindo SouteloOs dias 20 e 24 de abril serão apresentadas em Tui e Compostela, respetivamente, as estreias do académico Rudesindo Soutelo Minho Azul, um passeio no Cabo Fradera e o Concerto monográfico com a integral das obras dos anos 70.

Ambos os concertos são de entrada livre.

Minho azul, um passeio no Cabo Fradera

Obra para Banda Sinfónica que interpretará a Banda da Escola Naval de Marim
Dia: 20 de Abril de 2009 às 18h00 (17h00 portuguesas)
Local: Teatro Municipal de Tui

Concerto monográfico com a integral das obras dos anos 70

(20 obras em total)
Dia: 24 de Abril de 2009 às 20h00 (19h00 portuguesas)
Local: Auditório do CGAC (Centro Galego de Arte Contemporânea). Rúa Valle Inclán, s/n.
Intérprete: Grupo Dhamar (Madrid)

Obras que integram o programa, pela ordem de composição:

  • 1970 Conceito de Primavera (Orq. câmara)**
  • 1971 Triando (Vn-Va-Gt)**
  • 1971 Sequências (Piano)**
  • 1971 Alocuções (3Fg)**
  • 1972 Diálogos (Fl bisel ou Fl-Ob-Va-Cb-Perc)**
  • 1972 Música incompleta para um ou mais instrumentos**
  • 1973 Oração pela gente que assassinaram (Gemido-Gt)
  • 1974 Vigiemos (Voz-Harmónio/Órgão)
  • 1974 Yx-xoy-yc (Piano)
  • 1975 Oestrymnia (Piano)
  • 1976 Tuba mirum (Tuba preparada) (Quadrado de Pi)**
  • 1976 Concerto para 2 passarinhos de água e orquestra (Quadrado de Pi)
  • 1977 Teima (Piano) (rev. 1983)
  • 1978 Retrato duma moça na conversa (Piano) (rev. 1981)
  • 1978 Arela (Va-Vc-Cb) (rev.1982)**
  • 1978 Feitiço (Vn-Va-Vc) (rev. 1984)
  • 1978 Noitecer em Verona (Fg-Cfg) (rev. 1985)**
  • 1979 A cavalo (Fg-Cravo) (rev.1981)**
  • 1979 23(23/8)8 (Vn-Fg) (rev. 1984)**
  • 1979 O Bardo na Brêtema (2 instrumentos iguais)**

** Estreias absolutas

Mais informação:

Presidente da AGLP Prof. Montero SantalhaDisponibilizamos texto lido por Montero Santalha na sessão de passado dia 14 em Lisboa

Numa sessão interacadémica, realizada em 14 de Abril no Salão Nobre da Academia das Ciências de Lisboa, foi apresentado o Léxico da Galiza elaborado pela Academia Galega da Língua Portuguesa, e a 5ª edição do Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, elaborado pela Academia Brasileira de Letras sob a coordenação do Prof. Evanildo Cavalcante Bechara.

O lançamento realizou-se numa cerimónia que encabeçaram os presidentes das três academias da língua: portuguesa, brasileira e galega. Integraram a representação da Galiza vários académicos da AGLP: Ângelo Cristóvão (Secretário), Joám Trilho (Arquiveiro), Concha Rousia (Vice-Secretária), e Luís Gonçáles Blasco e Fernando V. Corredoira (da Comissão de Lexicologia e Lexicografia). Também assistiu o presidente da AGAL, Alexandre Banhos.

A sessão interacadémica decorreu no espaço de 70 minutos com as intervenções do Presidente da Academia das Ciências de Lisboa, Prof. Arantes e Oliveira, o Presidente da Academia Brasileira de Letras, Prof. Cícero Sandroni, o académico da ABL, Prof. Evanildo Cavalcante Bechara, o académico da ACL Aníbal Pinto de Castro, e o Presidente da Academia Galega da Língua Portuguesa, Prof. Martinho Montero Santalha, encerrando o ato o Vice-Presidente da ACL, Prof. Adriano Moreira.

Presidência da Sessão Interacadémica

Presidência da Sessão Interacadémica

Para além da assistência de uma delegação da Academia Brasileira, académicos da ACL e a delegação galega, o ato contou com o Sr. embaixador do Brasil em Portugal, Celso Marcos Vieira de Souza, o Dr. Augusto Joel, assessor do Ministério da Cultura Português, e o Sr. Gaspar Diaz, Chefe da Conselharia Cultural da Embaixada da Espanha em Lisboa.

O Presidente da Academia das Ciências de Lisboa, Prof. Eduardo Romano de Arantes e Oliveira, assegurou que «há equívocos nas relações entre Portugal e a língua portuguesa», reclamou ter em consideração a Galiza, os países africanos de língua portuguesa e também o Brasil, e afirmou que «vamos num futuro breve editar a nossa própria versão do Vocabulário».

Pela sua parte, o professor Evanildo Bechara, da Academia Brasileira de Letras (ABL), lembrou que se trata da quinta edição do Vocabulário em consonância com as normas do Acordo Ortográfico de 1990. A ABL edita desde 1970 o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, sucessivamente atualizado. A quinta edição está já disponível no mercado europeu por 60 euros.

Na sua intervenção, o Presidente da AGLP, Prof. José-Martinho Montero Santalha, afirmou que o Léxico da Galiza apresentado em Lisboa, é um primeiro contributo passível de melhoras, que será adaptado conforme aos critérios que forem adotados na elaboração do Vocabulário Comum. 

Académicos galegos com representantes do Ministério da Cultura e da Embaixada de Espanha

Concha Rousia (Academia Galega), Ângelo Cristóvão (Academia Galega),
Sr. Gaspar Díaz (Embaixada de Espanha), Dr. Augusto Joel (Ministério da Cultura),
José-Martinho Montero Santalha (Presidente da Academia Galega)

Sessão Interácadémica na ACL

Discurso do presidente da Academia Galega da Língua Portuguesa
Professor José-Martinho Montero

Descarregar texto em formato PDF

Mais info:

terça-feira, 07 abril 2009 11:56

Sessão Interacadémica na ACL

Vocabulário Ortográfico da Língua PortuguesaAcademia Galega da Língua Portuguesa participará na Sessão interacadémica que irá realizar-se na sede da Academia das Ciências de Lisboa

A Academia Brasileira de Letras vai apresentar em Portugal a quinta edição do “Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa”, elaborado segundo as normas do novo Acordo Ortográfico e publicado pela Global Editora.

A apresentação efectua-se no Salão Nobre da Academia das Ciências de Lisboa, no dia 14 de Abril, às 17 horas. Na mesma ocasião será lançado o “Léxico da Galiza” para ser integrado no “Vocabulário Ortográfico Comum”, elaborado pela Academia Galega da Língua Portuguesa.

Serão oradores o Presidente da Academia Brasileira de Letras, Dr. Cícero Sandroni, o académico brasileiro Evanildo Bechara, o membro da Academia das Ciências Prof. Doutor Aníbal Pinto de Castro, e o Presidente da AGLP, Prof. Martinho Montero Santalha.

O evento é organizado pela ACL e pela Dinalivro. No final será servido um Porto de Honra.

Delegação galega:

  • Martinho Montero, orador no ato da ACL
  • Concha Rousia (vice-secretária AGLP)
  • Joám Trilho (arquiveiro-bibliotecário AGLP)
  • Luís "Foz" (académico AGLP)
  • Fernando Corredoira (académico AGLP)
  • Ângelo Cristóvão (secretário AGLP)
  • Alexandre Banhos (presidente da AGAL)

Mais info:

Ribeira GrandeComissão Novo Acordo Ortográfico

São esperadas quase duas centenas de docentes para ouvirem dois dos principais mentores do Novo Acordo Ortográfico, Professor Doutor João Malaca Casteleiro (Academia de Ciências de Lisboa) e Professor Doutor Evanildo Cavalcante Bechara (Academia Brasileira de Letras), juntamente com outros vocais proponentes, o Professor Doutor Carlos Reis, Reitor da Universidade Aberta e o Doutor Ângelo Cristóvão  da Academia Galega de Língua Portuguesa.

A Escola Básica 2,3 da Maia, concelho da Ribeira Grande, no dia 30 de Março, pelas 16 horas, torna-se, assim, a primeira Escola do País (e dos Açores) a realizar uma sessão de esclarecimento acerca da nova ortografia unificada.

Nas várias escolas e instituições em que por esse mundo fora se ensina e cultiva o português, convém que haja só uma ortografia, e não duas, pois tal facilita a aprendizagem. Para isso os docentes da EBI da Maia (Deptº de Língua Portuguesa) elaboraram já uma proposta de formação de professores a ser ministrada pelo próprio Professor Malaca Casteleiro, inicialmente na ilha de São Miguel e posteriormente no restante arquipélago.

Esta atitude pró-activa da EBI 2,3 da Maia visa proporcionar aos docentes e discentes os instrumentos necessários para a fase de transição na aplicação do novo acordo, não se limitando a aguardar . Não é todos os dias que os Açores podem ter um leque tão alargado de especialistas na matéria para debater algo que diz respeito a todos nós enquanto falantes de uma língua viva em constante mutação.

Academia Galega na Academia das Ciências de Lisboa

Léxico Galego apresentado à Academia das Ciências de Lisboa

A Academia Galega da Língua Portuguesa, reuniu-se com a Academia das Ciências de Lisboa, na Sala de Reuniões Internacionais da ACL, onde também tiveram lugar as reuniões conducentes ao Acordo Ortográfico de 1990, nas quais participara uma Delegação de Observadores da Galiza.

Pela ACL participaram o Prof. Doutor Eduardo Romano Arantes e Oliveira, Presidente. O Prof. Doutor Adriano Moreira, Vice-Presidente da ACL e Presidente da Classe de Letras. O Prof. Doutor Artur Anselmo, Presidente do Instituto de Lexicologia e Lexicografia. O Prof. Doutor Fernando Roldão Dias Agudo, e o Prof. Doutor João Bigotte e Chorão.

Da parte da AGLP participaram os académicos Isaac Alonso Estraviz, Vice-Presidente. Ângelo Cristóvão, Secretário. Concha Rousia, Vice-Secretária, e António Gil, Secretário da Comissão de Lexicologia.

Os integrantes da AGLP apresentaram a novel academia, manifestando a sua disposição para contribuir à universalidade da língua portuguesa, nascida na velha Gallaecia. Na reunião trataram-se temas de interesse conjunto, como a aplicação do Acordo Ortográfico e a elaboração do Vocabulário Ortográfico Comum. A Delegação da AGLP apresentou um Léxico Galego, elaborado para ser integrado nesse Vocabulário. Os professores Isaac Estraviz e António Gil explicaram o método seguido na elaboração deste documento, que assinalaram como texto inicial de discussão. Deverá ser adaptado em volume e caraterísticas conforme com os critérios que forem adotados para o Vocabulário Comum.

Os académicos da ACL manifestaram a sua disposição para integrar o material apresentado e convidaram a AGLP a participar formalmente na reunião prevista para o dia 14 de abril na sede desta instituição, onde será apresentado o Vocabulário Comum elaborado pela Academia Brasileira de Letras e, também, o Léxico Galego.

Ao finalizar esta reunião, os académicos da ACL acompanharam a Delegação da AGLP numa visita guiada pelas dependências do edifício, mostrando exemplares valiosos como a Crónica Geral da Espanha, de 1344, as magníficas bibliotecas e diferentes salas de reuniões.

Seguiu-se um jantar de alto nível gastronómico, de que desfrutaram os convivas, durante o qual continuaram as conversas sobre os temas tratados na reunião precedente, de uma forma muito descontraída e animada.

Os brindes deram conclusão a uma jornada histórica, salientada pelo Prof. Doutor Artur Anselmo em declarações à Agência Lusa, por ser a primeira vez responsáveis pela Academia Galega visitaram oficialmente a Academia das Ciências de Lisboa.

Na Academia das Ciências de Lisboa

Mais info:

segunda-feira, 16 março 2009 09:00

Delegação da AGLP visita Lisboa

Academia das Ciências de LisboaManterá reunião na Academia das Ciências de Lisboa

Depois da sessão inaugural de 6 de outubro de 2008, em Santiago de Compostela, a AGLP fixou como primeiro passo nas suas relações exteriores uma viagem oficial a Lisboa. De 16 a 18 de março, uma Delegação da Academia Galega manterá entrevistas com personalidades da vida cultural e política, e uma reunião na Academia das Ciências de Lisboa.

A Delegação da AGLP está integrada pelo Vice-Presidente, Prof. Isaac Alonso Estraviz, o Secretário, Ângelo Cristóvão, a Vice-Secretária, Concha Rousia, e o Prof. António Gil pela Comissão de Lexicologia. Os motivos principais desta visita são a apresentação da novel Academia, a análise da situação da língua, e a coordenação na aplicação de alguns aspetos do Acordo Ortográfico, com especial interesse na elaboração do Vocabulário Ortográfico Comum.

Léxico Galego

A Comissão de Lexicologia da AGLP elaborou um documento interno sob o título "Léxico da Galiza para ser integrado no Vocabulário Ortográfico Comum da Língua Portuguesa". A criação de um vocabulário abrangente de toda a diversidade existente nos diversos países e territórios da lusofonia foi recentemente aprovada na Declaração Final em Reunião Extraordinária dos Ministros da Educação e a Cultura em 15 de novembro de 2008, de conformidade com o previsto no Acordo Ortográfico de 1990, em cujas reuniões preparatórias participara uma Delegação de Observadores da Galiza, conforme consta nos documentos oficiais.

O documento da Comissão de Lexicologia, que inclui um número próximo dos 700 vocábulos, constitui, em palavras do presidente da AGLP, o Prof. Doutor Martinho Montero Santalha, uma primeira redação que tem de ser adaptada aos critérios que forem determinados na elaboração do VOCLP. Neste sentido indicou que não se trata de um texto definitivo, mas poderão ser acrescentados novos contributos.

Reunião na Academia das Ciências de Lisboa

A apresentação da nova Academia, a análise da situação da língua, a coordenação na aplicação de alguns aspetos do Acordo Ortográfico, e a elaboração do Vocabulário Ortográfico Comum, serão alguns dos temas a tratar na reunião que terá lugar na Academia das Ciências de Lisboa com o Exmo. Sr. Presidente, Prof. Eduardo Arantes e Oliveira, e o Exmo. Sr. Vice-Presidente, Prof. Adriano Moreira.

Fonte original:

Plenário da Academia

Reunião Plenário da AGLP

A criação de uma Coleção de Clássicos Galegos, a apresentação do DVD da Sessão Inaugural de 6 de outubro, e a entrada do professor doutor Celso Álvarez Cáccamo como novo académico numerário, são as notícias mais destacadas do plenário realizado em 30 de dezembro em Santiago de Compostela, com a presença de 25 dos 29 membros, vindos alguns de Inglaterra e Portugal.

Celso Álvarez Cáccamo, trigéssimo académico

Celso Álvarez CáccamoO prestigioso linguista e escritor Celso Álvarez Cáccamo, doutor em Filologia Hispânica, Ph. D. em Sociolinguística e Antropologia Linguística pela Universidade de California (Berkeley), professor da Universidade da Corunha (Galiza), é o trigésimo membro numerário da Academia. Com longa experiência investigadora, tem publicado numerosos artigos em revistas especializadas sobre sociolinguística e análise de discurso, em português e em inglês. Mantém uma intensa atividade na internet, tendo criado espaços como a revista çopyright - pensamento, crítica e criação, e Versão Original, com material audiovisual e documentos digitalizados sobre o debate linguístico na Galiza. É salientável também a sua produção literária, nomeadamente poesia, com Os Distantes (Espiral Maior, 1995) ou Poemas ao Pai (2008).

Comissão de Lexicologia reforçada

O plenário da AGLP decidiu reorganizar e reforçar a Comissão de Lexicografia, que está integrada pelos especialistas Isaac Alonso Estraviz, Ângelo Brea Hernández, Carlos Durão Rodrigues, António Gil Hernández (Secretário), Luís Gonçáles Blasco "Foz", Álvaro Iriarte Sanromán, Martinho Montero Santalha e Fernando Vázquez Corredoira. O secretário da comissão, António Gil, afirmou que a primeira versão da parte galega do léxico comum, poderá estar pronta no primeiro trimestre de 2009, visando a sua incorporação ao Vocabulário Ortográfico Comum, decorrente da aplicação do Acordo Ortográfico, que vigora no Brasil desde o primeiro de janeiro, e começará a ser aplicado em Portugal nos próximos anos.

Nova Comissão de Publicações

Cientes da necessidade de recuperar e pôr em valor o património literário produzido na Galiza, umas vezes mal transcrito, e outras pouco conhecido ou estudado, a Academia decidiu também a criação de uma Comissão de Publicações, integrada pelos escritores e investigadores Artur Alonso Novelhe, José Manuel Barbosa, Ângelo Brea Hernández, Ramom Reimunde Norenha, Concha Rousia e Ernesto Vázquez Souza (secretário). A sua primeira missão será a preparação da Coleção de Clássicos Galegos, cujo primeiro número será apresentado nos próximos meses. Rosalia Castro, Eduardo Pondal, João Vicente Biqueira ou Cotarelo Valledor poderiam ser alguns dos primeiros autores em ser editados.

DVD da sessão inaugural apresentado

A edição do DVD da sessão inaugural (300 exemplares), que inclui um resumo de 7 minutos mais a gravação integral com 3 horas de duração, permite aos interessados visualizar as palestras da sessão da manhã do 6 de outubro, de Evanildo Bechara (Academia Brasileira de Letras), Artur Anselmo e João Malaca Casteleiro (Academia das Ciências de Lisboa), Carlos Reis (Universidade Aberta), João Craveirinha (escritor moçambicano), José-Martinho Montero Santalha (Presidente da AGLP) e Ângelo Cristóvão (Presidente da Ass. Cultural Pró AGLP).

O vídeo inclui também a oferenda floral no Panteão de Galegos Ilustres, as interpretações musicais da académica Isabel Rei na guitarra: estreia absoluta da Suite "Deu-la-deu", do compositor e académico Rudesindo Soutelo, além de quatro obras do espólio do escritor e compositor galego Macial Valladares. E finalmente a interpretação do Hino da Galiza, por José Luís do Pico e Eduardo Baamonde "Dúbi".

Este DVD está a ser enviado gratuitamente a universidades, instituições culturais e investigadores da lusofonia toda.

Pode ser solicitado nos endereços: secretaria[@]academiagalega.org ou pro[@]academiagalega.org

Membros da Academia Galega da Língua Portuguesa (AGLP)
  1. Isaac Alonso Estraviz
  2. Artur Alonso Novelhe
  3. Celso Álvarez Cáccamo
  4. José Manuel Barbosa Álvarez
  5. Ângelo Brea Hernández
  6. Ângelo Cristóvão Angueira
  7. Carlos Durão Rodrigues
  8. João Evans Pim
  9. António Gil Hernández
  10. Luís Gonçález Blasco
  11. Álvaro Iriarte Sanromán
  12. Vítor Manuel Lourenço Peres
  13. Higino Martins Esteves
  14. José-Martinho Montero Santalha
  15. Mário Alonso Nozeda Ruitinha
  16. Francisco Paradelo Rodrigues
  17. José Paz Rodríguez
  18. Isabel Rei Sanmartin
  19. Ramom Reimunde Norenha
  20. Valentim Rodrigues Fagim
  21. José Ramom Rodrigues Fernandes
  22. Concha Rodrigues Peres
  23. Rudesindo Soutelo
  24. Joám Trillo Pêrez
  25. Fernando Vásquez Corredoira
  26. Xavier Vásquez Freire
  27. Ernesto Vásquez Sousa
  28. Crisanto Veiguela Martins
  29. Álvaro Jaime Vidal Bouzon
  30. Xavier Vilhar Trilho

Mais info:

Pág. 25 de 25