Categoria: Info Atualidade Acessos: 1024
Adriano Moreira, presidente honorário da Academia de Letras de Trás-os-MontesNo acto de apresentaçom, realizado passado sábado em Bragança, estivérom presentes o professor Montero Santalha e o lexicógrafo Alonso Estraviz

PGL - No sábado passado, 12 de Junho, celebrou-se no Centro Cultural de Bragança a criaçom da Academia das Letras de Trás-os-Montes. É a primeira entidade deste tipo na zona e que tem como principal fim reafirmar a identidade e persoalidade lingüístico-cultural da regiom do norte português.

Esta Academia junta escritores como Barroso da Fonte, Ernesto Rodrigues, Modesto Navarro, Jorge Tuela ou o jornalista Rogério Rodrigues, ainda que estivérom presentes cerca de três dezenas de escritores transmontanos. Inclui já parcerias com a Casa de Estudos Luso-Amazônicos (Brasil), Academia de Letras e Artes de Bragança do Pará (Brasil) e a Academia Galega da Língua Portuguesa, que estivo representada na apresentaçom polo seu presidente, o professor Montero Santalha, e o lexicógrafo Isaac Alonso Estraviz.

Nas intervençons houve referências à necessidade da defensa identitária. «É umha forma de reafirmar as identidades que temos que som, no fundo, a nossa salvaçom», dixo madeu Ferreira, dirigente da Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

«O que está em crise na Europa e em Portugal é o Estado e nom a identidade. E som as identidades que precisam de ser defendidas porque som a pedra de base para a reorganizaçom que precisamos», sublinhou, no seu discurso.

Amadeu Ferreira acredita que a missom deste grupo é «reunir homens e mulheres de letras de Trás-os-Montes, no sentido de se darem a conhecer, de resgatar a memória de tantos escritores e homens de letras e dá-los a conhecer, incentivar a produçom literária sobre a temática transmontana, o nosso património imaterial e identidade».

A Academia, a segunda do género inscrita na Academia de Ciências de Lisboa, terá sede em Bragança, até porque foi a autarquia a desenvolver a ideia e a dar o mote. Mas no futuro pretende-se incluir membros de toda a regiom de Trás-os-Montes.

 Fonte original: