Categoria: Info Atualidade Acessos: 2015

Vídeo promocional dos cursos aPorto 2011

O programa Galicia por Diante, da Rádio Galega, realizou a 9 de junho uma alargada reportagem sobre o aPorto, cursos de português na cidade do Porto, organizados em parceria pola AGAL e Andaime. Durante perto de 20 minutos passaram polo programa o presidente da AGAL e académico da AGLP, Valentim Rodrigues Fagim, e Paula Lubián, aluna na passada edição dos cursos, que explicaram todos os detalhes de uma atividade cuja segunda edição arranca em agosto.

No verão de 2010, a AGAL e Andaime organizaram os CPP, Cursos de Português em Portugal, com o intuito de oferecerem uma semana de formação lingüística e cultural à cidadania galega. Este ano, o projeto saiu reforçado transformando-se no aPorto.

O aPorto é uma oportunidade para aportar à cidade invicta de uma forma diferente. Trata-se de um curso semanal, de segunda a sexta, em horário de manhã, completado com atividades lúdicas e culturais, de tarde, para implementar o trabalhado nas aulas. Como indicado, decorrerá no mês de agosto e o prazo de inscrições já está aberto.

Ouvir entrevista Rádio Galega

Descarregar áudio em MP3 [PGL]

No começo da reportagem, os próprios jornalistas salientaram que «sem muito esforço», galegas e galegos podem comunicar «com os mais de 200 milhões de pessoas no mundo que falam português». Quanto aos aPorto, lembraram que são «cursos específicos para galegos».

Durante perto de dez minutos, o presidente da AGAL e académico da AGLP, Valentim Rodrigues Fagim, explicou os principais aspetos do curso e os motivos polos quais, precisamente, estão focados para galegos e galegas, fazendo ênfase nos principais desafios para as pessoas que vão participar, bem como nas indubitáveis vantagens.

A seguir interveio Paula Lubián, natural da comarca galegófona das Portelas, na província espanhola de Samora e vizinha da região de Trás-os-Montes. Paula foi aluna na edição 2010 dos cursos e relatou para a audiência a sua experiência.

Já nos últimos minutos da reportagem voltou tomar a palavra Valentim Rodrigues Fagim para, fundamentalmente, fazer um exemplo de 'conversão' de pronúncia 'à galega' para pronúncia 'à portuguesa', evidenciando que com muito pouco esforço, um galego já pode passar a dominar um código utilizado por milhões de pessoas no mundo inteiro.

Fonte original: