Categoria: Info Atualidade Acessos: 2325

Vítor M. Lourenço, Ernesto Vasques Souza e Irene Veiga
na Fundação Vicente Risco de Alhariz

Na passada sexta-feira, 27 de janeiro, foram apresentados os Clássicos da Galiza e mais o Arquivo Digital na Fundação Vicente Risco de Alhariz. A salientar que da Fundação, representada pelo seu secretário, Luís Martínez-Risco, fomos muito bem atendidos, primeiro com uma visita aos locais (fantásticos) e depois com uma pormenorizada explicação do projeto de recuperação e divulgação dos seus fundos.

O evento decorreu numa sala totalmente cheia (havia por volta de 40 pessoas) e contou com a presença dos académicos Ernesto Vasques Souza, Xico Paradelo, Isaac Alonso Estraviz e Vítor Manuel Lourenço Peres. Pela Pró Academia estiveram a sua presidenta, Irene Veiga Durão, bem como a vice-presidenta, Paloma Fernández de Cordoba e Noemi Vázquez Nogueiras, vogal.

Irene Veiga apresentou brevemente a Academia e cada um dos académicos que falaram logo a seguir. Primeiramente, Ernesto Vasques Souza explicou o projeto dos Clássicos e, por extensão, o projeto que tem a Academia Galega da Língua Portuguesa. Depois, Vítor M. Lourenço, fez uma breve apresentação do Arquivo Digital. O debate que seguiu alargou-se até quase as 22h30 (o evento começou às 20h30), mostrando o pessoal grande interesse pelo projeto da Academia, em particular pelo Arquivo Digital e, na última parte, pelo relacionamento com a RAG e a própria visão de língua.

Ainda, acabamos a jornada tomando um petisco de confraternização numa das tascas do belo centro histórico da vila do Arnoia. O evento foi gravado por Rádio Alhariz que o irá divulgar nas suas ondas.

Vítor M. Lourenço, Irene Veiga, Ernesto Vasques Souza  e
Luís Martínez-Risco no gabinete [restaurado] de Vicente Risco

Também em Ponte Vedra

Na passada quinta, 26 de janeiro, decorreu na EOI de Ponte Vedra mais uma apresentação da coleção Clássicos da Galiza e do Arquivo Digital, que fez parte do ciclo de eventos programados pela Pró para divulgar estes dois imensos trabalhos da Academia. Foram os académicos Martinho Montero Santalha, Ernesto Vasques Sousa e Fernando Vasquez Corredoira os responsáveis pelas palestras.

Martinho Montero Santalha, pela dignidade que lhe outorga a presidência, abriu o ato com uma exposição sobre a Academia e os seus objetivos, para depois apresentar a coleção e explicar a importância de as grandes obras da nossa literatura aparecerem pela primeira vez no Acordo Ortográfico.

Fernando Vasquez Corredoira soube ligar a atenção dos assistentes falando sobre alguns pormenores do seu trabalho como corretor e as dificuldades ao verquer para o Acordo Ortográfico os textos de autores clássicos.

Por último, Ernesto Vasques Sousa, com grande dinamismo, guiou-nos através da internet numa viagem didática pelo site da Academia até chegar no Arquivo Digital, fazendo alguma paragem prévia em espaços de grande interesse como o Portulano.

Os três académicos da AGLP conetaram com um público variado e surgiu uma atmosfera propícia para o diálogo. O evento contou com a colaboração do Departamento de Português da EOI de Ponte Vedra que, além de nos deixar o salão de atos, divulgarou alargadamente o evento.

Fernando V. Corredoira, José-Martinho Montero, Ernesto V. Souza e
Paloma F. de Córdoba na EOI de Ponte Vedra