Categoria: Info Atualidade Acessos: 1777

Ernesto Vasques Souza, Fernando Vásquez Corredoira,
José Luís do Pico Orjais e Paloma Fernández de Córdoba

Paloma Fernández de Córdoba - Na passada quinta-feira, 16 de fevereiro, decorreu em Vila Garcia de Arousa uma nova apresentação da coleção Clássicos da Galiza e do Arquivo Digital da Academia, organizada pela Junda Diretiva da Associação Pró-AGLP. O local escolhido nesta ocasião foi a Sala de Atos da Escola de Idiomas, onde perto de trinta pessoas assistiram às palestras ministradas por Ernesto Vasques Sousa, Fernando Vasquez Corredoira e José Luís do Pico Orjais.

O ato começou com um breve discurso de boas-vindas por parte do Professor e membro da Direção da Escola, Carlos Alhegue, que expressou a sua satisfação e honra por receber no Centro uma representação da Academia Galega da Língua Portuguesa. A continuação, eu própria fiz uma apresentação dos palestrantes pondo em destaque o seu currículo, assim como o seu compromisso com a defesa da língua e cultura da Galiza desde o projeto reintegracionista.

Ernesto Vasques Sousa começou a primeira palestra com uma exposição clara e dinámica sobre a Academia, o seu organigrama, os seus objetivos e publicações, antes de apresentar, de maneira um bocado mais técnica, o Arquivo Digital. Fernando Corredoira falou mais uma vez do trabalho de corretor e matiçou com extraordinária habilidade oratória as diferenças entre traduzir e adatar/verquer. Por último, Orjais falou para o público da gestação dos seus Cantos Lusófonos e de como, para ele, não são apenas cantares, como também uma parte importante do seu percurso vital. Orjais finalizou a sua intervenção com a interpretação de duas cantigas, uma portuguesa e outra brasileira, que foram coreadas com entusiasmo pelo público todo.

Ainda se alargou mais um bocado o ato com diferentes intervenções dos assistentes e, muito logo de finalizarmos, formou-se uma inesperada fila de pessoas para comprar exemplares da coleção apresentada.

Cordialidade, comunicação e brilhantez são as palavras que definem a corrente de empatia que percorreu onte a sala de Atos da EOI de Vila Garcia .

Obrigada a Carlos Alhegue e a Eugénio Outeiro pela sua calorosa acolhida e por terem sido em todo momento uns anfitriões impecáveis. Obrigadíssima a Ernesto, a Fernando e a José Luís por terem sabido transmitir com simpatia, proficiência e eficácia o dinamismo e solidez desta nossa Academia da Língua.

José Luís do Pico Orjais interpretando uma cantiga